Skip to content
destaque

Blogue ATS | Etnografia urbana, a passo de corrida

Esta semana no Blogue ATS, venha conhecer o caminho percorrido por Simone Tulumello (ICS-ULisboa) no estudo que desenvolve acerca das transformações e impactos da crise pandémica na cidade de Lisboa, num artigo intitulado Etnografia urbana, a passo de corrida“! Neste artigo a não perder, o autor desenvolve uma reflexão metodológica acerca da sistematização de práticas diárias de jogging na cidade enquanto um instrumento metodológico para desenvolver “observação qualitativa das atividades humanas no espaço da cidade” durante o período de confinamento.

“Estava interessado em tornar a pandemia, ou, melhor, algumas das medidas sanitárias, em objeto de estudo, e ao mesmo tempo em adaptar a minha metodologia de investigação ao contexto do estado de confinamento – algo com que as ciências sociais se têm vindo a debater durante este ano e meiotambém neste blogue.“Ethnography on the run” foi a minha proposta. Era possível fazer investigação social a passo de corrida? Ou, mais precisamente, que tipo de investigação é possível fazer a passo de corrida?
Diferentemente de outras práticas físicas como a caminhada, e embora exista alguma literatura sobre a corrida como prática individual e social, a corrida nunca foi utilizada de forma rigorosa como instrumento metodológico.”

Simone Tulumello é investigador auxiliar no ICS-ULisboa e descobriu ao longo do seu caminho ser alérgico às fronteiras disciplinares – pelo menos às que separam a geografia humana, os estudos urbanos, a sociologia do território, o ordenamento e planeamento – e metodológicas.