destaque
Blogue SHIFT | Multispecies organizing: “de-anthropocentering” management practices in the city

Esta semana no Blogue SHIFT, contamos com o post de Leticia Fantinel (GESIP/UFES) intitulado “Multispecies organizing: ‘de-anthropocentering’ management practices in the city“.
Neste artigo a não perder, a autora partilha achados da sua investigação no Centro de Vigilância em Saúde Ambiental municipal de Vitória (Estado de Espírito Santo, Brasil) e as suas reflexões acerca de organizações e espaços urbanos multiespécie, e como se poderão repensar práticas de gestão numa perspetiva não antropocéntrica.

“In our research project, we mapped a complex mesh of practices in which multispecies assemblages participate. These organizing practices involve humans, organizations, and non-human animals, but also other non-human agencies, such as viruses (in the case of organizing practices in response to rabies, for example), artifacts, technologies, etc. They demand constant renegotiation of the boundaries between organizations, human societies, and what we understand as the ‘natural world'”.

Leticia Fantinel é professora do Departamento de Administração e do Programa de Pós-graduação em Administração da Universidade Federal do Espírito Santo (PPGAdm/UFES), e atualmente é investigadora visitante (estágio pós-doutoral) junto ao Hub Human-Animal Studies (HAS-Hub) do ICS-ULisboa, no projeto “Liminal Becomings: reframing human-animal relations in natural disasters”  [CEECIND/02719/2017].