Skip to content

publicações

Justiça Social e Envolvimento das Comunidades Costeiras na Adaptação às Alterações Climáticas

2013

Tipo de Publicação: Comunicação

Schmidt, Luísa, Gomes, Carla, Guerreiro, Susana, Prista, Pedro, Santos, Filipe Duarte, Penha-Lopes, Gil (2013). “Justiça social e envolvimento das comunidades costeiras na adaptação às alterações climáticas”, Congresso sobre Planeamento e Gestão das Zonas Costeiras dos Países de Expressão Portuguesa, Associação Portuguesa de Recursos Hídricos (APRH), Maputo, Moçambique, 24 a 30 de Maio de 2013.

O projecto CHANGE visa explorar as interacções entre alterações climáticas globais, dinâmicas sócio-territoriais no
litoral e o impacto de práticas de risco locais em processos de erosão costeira. Conta com uma equipa
interdisciplinar de investigadores, que é liderada pelas ciências sociais e, além de sociólogos, antropólogos e
historiadores, integra as abordagens das ciências naturais, contando com a colaboração directa de climatólogos e
geólogos.

O projecto parte da análise de três casos de estudo no litoral português, que correspondem a três zonas costeiras
onde são já críticos os processos de erosão – Vagueira (Aveiro), Costa da Caparica (Área Metropolitana de Lisboa)
e Quarteira (Algarve). Após uma fase inicial de levantamento de informação sobre estes territórios e as suas
populações – que envolveu entrevistas aos stakeholders locais e inquéritos aos residentes permanentes e sazonais,
assim como a discussão das principais problemáticas e desafios futuros em sessões de focus groups – o projecto
aproxima-se da sua fase final.
Entre a Primavera e o Verão de 2013, os resultados desta investigação serão apresentados e discutidos em
workshops específicos com as próprias populações e stakeholders locais, pretendendo-se como resultado a
construção colectiva de possíveis futuros para as suas zonas costeiras, que integrarão a realidade socioeconómica
com os cenários de evolução esperada da linha de costa.

O objectivo último desta investigação é contribuir para impulsionar a criação de modelos sustentáveis de
governança adaptativa que contribuam para uma maior resiliência das comunidades e lhes permitam enfrentar com
maior confiança a realidade da mudança climática e costeira e os possíveis impactos nos seus modos de vida. Este
contributo, inovador pela sua abrangência e alcance, poderá ser aplicado a outras zonas geográficas, a par de um
reforço da cooperação para o desenvolvimento sustentável com os países lusófonos.

Numa das três zonas de estudo, a Vagueira, será desenvolvido um conjunto de processos participativos através do
projecto europeu BASE – Bottom-up Climate Adaptation Strategies towards a Sustainable Europe (FP7, grant
agreement No. 308337), que se prolonga até 2016 e é coordenado em Portugal pelo grupo de investigação CCIAM
(Climate Change Impacts, Adaptation and Mitigation) da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, o
mesmo que desenvolveu os mapeamentos do Change.